Campanha do Outubro Rosa mobiliza equipe multidisciplinar do Hospital do Coração

O Hospital do Coração de Mato Grosso do Sul participou ativamente da Campanha do Outubro Rosa em 2018, mas pelo viés das doenças do coração. Cardiologistas, enfermeiros, nutricionistas e fisioterapeutas estiveram mobilizados em pontos de alta circulação de Campo Grande, realizando exames gratuitos nas mulheres, entre 26 e 27 de outubro. O objetivo, segundo a cardiologista do HC Letícia Trad Martins Costa, foi prevenir doenças cardiovasculares nas mulheres.

Mais de 400 exames de glicemia foram realizados em dois dias. Além disso, as mulheres tiveram aferidas a pressão arterial e a frequência cardíaca, bem como o índice de massa corpórea (IMC). Segundo Letícia, esses são indicadores que determinam o risco de uma doença cardiovascular. Dos atendimentos, quatro mulheres que apresentaram riscos mais acentuados realizaram check-ups completos no hospital.

Por fatores de risco relativos à vida moderna, a mulher está mais exposta aos riscos de doenças cardiovasculares do que os homens. “As mulheres morrem mais de doenças cardiovasculares na atualidade”, explica a cardiologista do Hospital do Coração, Sandra de Andrade. “A mulher está mais estressada porque tem dupla jornada, no mercado de trabalho e em casa, cuidando da família”, diz Sandra.

De acordo com a cardiologista, as mulheres devem prestar atenção aos sintomas, que são diferentes dos dos homens. “A mulher precisa ficar atenta a dores atípicas, que vão da boca do estômago até o queixo. A dor atípica não é tão valorizada. Por exemplo, até uma dor no lado direito do peito pode ser sintoma de um infarto e isso é preciso fazer um diagnóstico nas clínicas especializadas.”